Como o Bitcoin funciona?

Última Atualização: 2 junho 2024

Se você é novo no mundo das criptomoedas, deve estar se perguntando sobre a tecnologia por trás do Bitcoin, a criptomoeda mais conhecida e amplamente utilizada. Na nossa Série Básica do Bitcoin, já cobrimos o que é bitcoin. Agora vamos nos aprofundar na tecnologia que torna o Bitcoin possível, começando com o Blockchain.

Entendendo a Blockchain

No centro da operação do Bitcoin está o Blockchain. Este é um livro-razão público e distribuído que registra todas as transações Bitcoin. Ao contrário dos sistemas bancários tradicionais, onde uma única entidade mantém um livro-razão de transações, o Blockchain é compartilhado entre “mineradores” e “nós” de Bitcoin em todo o mundo. Esta natureza descentralizada do Blockchain garante transparência e confiabilidade, eliminando a necessidade de uma autoridade central.

Como funciona a tecnologia Blockchain?

Então, como funciona esse Blockchain? O termo “Blockchain” é derivado de sua estrutura, que consiste em arquivos de 1 megabyte chamados “Blocos”. Estes blocos, que são essencialmente livros-razão, são interligados por meio de provas matemáticas complexas, formando uma 'Cadeia'. Daí o nome ‘Blockchain’.

O Blockchain é um livro-razão público que suporta a rede Bitcoin. Todos os nós da rede podem visualizar as transações autorizadas registradas no Blockchain. Embora o Blockchain não revele as identidades das partes envolvidas na transação, ele garante seu anonimato usando uma identificação alfanumérica.

Em vez de depender de uma autoridade centralizada como um banco, o Blockchain utiliza criptografia para garantir a integridade do livro-razão. Isso torna o Blockchain uma plataforma segura e confiável para transações Bitcoin.

Carteiras Bitcoin e chaves privadas

Quando se trata de transações, os usuários de Bitcoin usam algo chamado “Carteira Bitcoin”. Esta Carteira fornece uma Chave Pública, que é o endereço utilizado para enviar ou receber Bitcoins, e uma Chave Privada. A Chave Privada é essencialmente uma assinatura digital que valida as transações, comprovando que foram originadas pelo proprietário da Carteira.

É importante notar que apesar do nome, uma carteira Bitcoin é mais parecida com um ‘chaveiro’. Isso ocorre porque os usuários podem duplicar ambas as chaves, não apenas uma.

O que você precisa saber sobre mineração de criptomoedas

A mineração é uma parte crucial do ecossistema Bitcoin. Envolve validar transações pendentes e consolidá-las em um bloco a ser adicionado ao Blockchain. Os mineradores, que são usuários de hardware poderoso, resolvem problemas matemáticos complexos para assinar criptograficamente um bloco de transações e vinculá-lo ao restante das transações na rede Bitcoin.

Os mineiros desempenham um papel vital na proteção da rede Bitcoin e são recompensados ​​com Bitcoin pelos seus esforços. Este processo, apropriadamente denominado “mineração”, é semelhante à forma como materiais preciosos como o ouro são extraídos do solo.

Pontos-chave a serem lembrados sobre o Bitcoin

Embora o Bitcoin ofereça uma forma única e potencialmente lucrativa de armazenar valor e realizar transações, é importante lembrar que ele opera de forma diferente dos sistemas financeiros tradicionais. As carteiras Bitcoin, assim como as carteiras físicas, são tão seguras quanto seus usuários as tornam. Eles podem ser alvos de hackers, por isso é crucial escolher um fornecedor de carteira confiável e manter sua carteira segura.

Armazenando Bitcoin com Segurança

Quando se trata de armazenar Bitcoin, existem algumas opções a serem consideradas. Serviços de custódia ou trocas são frequentemente usados ​​para armazenar ou transacionar Bitcoin. No entanto, essas entidades podem ser alvos de hackers, por isso é importante ter cautela ao utilizá-las. Além disso, tenha em mente que as transações Bitcoin são irreversíveis, por isso é crucial confiar na outra parte em uma transação.

Transparência e anonimato em Bitcoin

Embora o Bitcoin ofereça um certo grau de anonimato, não é completamente anônimo. Todas as transações e saldos de carteira podem ser visualizados no Blockchain. No entanto, as identidades das partes envolvidas na transação não são reveladas. Isto significa que, embora as transações Bitcoin sejam transparentes, elas também oferecem um certo nível de privacidade.

Na próxima parte do nosso Série Básica do Bitcoin, vamos nos aprofundar como funciona a mineração de Bitcoin em mais detalhes. Fique atento!

Autor
  • Lucas Handt

    Luke Handt é um investidor e consultor experiente em criptomoedas, com mais de 7 anos de experiência no espaço de blockchain e ativos digitais. Sua paixão pelas criptomoedas começou enquanto estudava ciência da computação e economia na Universidade de Stanford, no início de 2010.

    Desde 2016, Luke tem sido um negociante ativo de criptomoedas, investindo estrategicamente em moedas importantes, bem como em altcoins emergentes. Ele tem conhecimento sobre estratégias avançadas de negociação de criptografia, análise de mercado e as nuances dos protocolos blockchain.

    Além de gerenciar seu próprio portfólio de criptografia, Luke compartilha sua experiência com outras pessoas como redator e analista de criptografia para as principais publicações financeiras. Ele gosta de educar os comerciantes de varejo sobre ativos digitais e é uma voz procurada em conferências de fintech em todo o mundo.

    Quando não está preso a tabelas de preços ou pesquisando novos projetos promissores, Luke gosta de surfar, viajar e beber bons vinhos. Atualmente, ele reside em Newport Beach, Califórnia, onde continua acompanhando de perto os mercados de criptomoedas e se conectando com outros líderes do setor.